‘Second Life: ditadura e desastre ambiental’

(…) Isso leva a uma oportunidade: porque não escrever — e prover como serviço — um mundo virtual aberto? Cujo software seja aberto, para o qual as regras do mundo correspondente sejam democraticamente escolhidas e administradas? Esta pode não ser uma coisa periférica para nosso mundo real. Por quê? Um número cada vez maior de regras e operações da sociedade está sendo codificado em software e sendo provido como serviço. É isso que o Linden Lab faz com Second Life: é um serviço de informação, codificado em software, provido por uma empresa privada que usa, para tal, as regras que quer e bem entende. Larry Lessig tem um excelente texto sobre as possíveis conseqüências deste tipo de coisa, em larga escala, na sociedade.

Pode muito bem ser que determinados “serviços de software” do mundo real (como Second Life) decidam que alguns usuários não devam ter todos os direitos dos outros. Que alternativa terão eles se não houver outros provedores, de preferência abertos, regulados por constituições definidas pela sociedade como um todo e sem uma polícia informacional?

Temos que prestar mais atenção no que está acontecendo em lugares como Second Life. Porque o que acontece por lá pode vir a rolar, em escala muito maior, num pedaço do mundo real bem próximo do nosso par login/senha. Esta ameaça, claro, é uma grande oportunidade para que nos organizemos para criar nossos próprios (mundos, movidos a) software-como-serviço, abertos e verdadeiramente democráticos. Seria um exemplo de como uma ameaça lá no Second Life vira uma oportunidade do lado de cá da telinha.

Silvio Meira, refletindo sobre o Second Life.

[Via G1]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: