Networking Fundamentals: o comando TRACERT

O comando TRACERT determina o caminho adotado até um destino enviando mensagens de solicitação de eco do protocolo de mensagens de controle da Internet (ICMP) ou ICMPv6 para o destino com valores cada vez maiores do campo Tempo de vida (TTL). O caminho exibido é a lista de interfaces próximas dos roteadores no caminho entre um host de origem e um destino. A interface próxima é a interface do roteador que está mais perto do host de envio no caminho. Usado sem parâmetros, tracert exibe o arquivo de ajuda.

Sintaxe

tracert [-d] [-h Máximo_de_Saltos] [-j Lista_de_Hosts] [-w Tempo_Limite] [-R] [-S Endereço_de_Origem] [-4][-6] Nome_do_Destino

Parâmetros

-d

Impede que tracert tente resolver os endereços IP de roteadores intermediários para os respectivos nomes. Isso pode acelerar a exibição dos resultados de tracert.

-h máximo_de_saltos

Especifica o número máximo de saltos no caminho para pesquisar o destino. O padrão é 30 saltos.

-j lista_de_hosts

Especifica que as mensagens de solicitação de eco utilizem a opção Rota Ampliada de Origens no cabeçalho IP com o conjunto de destinos intermediários especificado em Lista_de_Hosts. Com o roteamento ampliado de origens, é possível separar destinos intermediários sucessivos por um ou vários roteadores. O número máximo de endereços ou nomes na lista de hosts é 9. A Lista_de_Hosts é uma seqüência de endereços IP (em notação decimal pontilhada) separados por espaços. Use este parâmetro somente durante o rastreamento de endereços IPv4.

-w Tempo_Limite

Especifica o tempo, em milissegundos, de espera pela mensagem ICMP do tipo “Time Exceeded” (Término de tempo) ou “Echo Reply” (Resposta ao eco) que corresponde a uma determinada mensagem de solicitação de eco a ser recebida. Se a mensagem não for recebida no tempo limite, será exibido um asterisco (*). O tempo limite padrão é 4000 (4 segundos).

-R

Especifica que o cabeçalho de extensão de roteamento IPv6 será usado para enviar uma mensagem de solicitação de eco ao host local, utilizando o destino como um destino intermediário e testando a rota inversa.

-S

Especifica o endereço de origem a ser usado nas mensagens de solicitação de eco. Use este parâmetro somente durante o rastreamento de endereços IPv6.

-4

Especifica que Tracert.exe só pode usar IPv4 para este rastreamento.

-6

Especifica que Tracert.exe só pode usar IPv6 para este rastreamento.

nome_do_destino

Especifica o destino, identificado pelo endereço IP ou pelo nome do host.

-?

Exibe ajuda no prompt de comando.

Comentários
Esta ferramenta de diagnóstico determina o caminho adotado até um destino enviando mensagens de solicitação de eco ICMP com valores Vida útil (TTL) diferentes para o destino. Cada roteador no caminho é solicitado a diminuir o TTL em um pacote IP em pelo menos 1 unidade antes de encaminhá-lo. De fato, o TTL é o contador máximo de links. Quando o TTL em um pacote alcança 0, o roteador deve retornar uma mensagem ICMP do tipo “Time Exceeded” para o computador de origem. O comando <b>tracert </b>determina o caminho enviando a primeira mensagem de solicitação de eco com um TTL de 1 e aumentando o TTL em 1, em cada transmissão subseqüente, até que o destino responda ou o número máximo de saltos seja alcançado. Por padrão, o número máximo de saltos é 30 e é possível especificá-lo com o parâmetro -h. O caminho é determinado através da análise das mensagens ICMP do tipo “Time Exceeded” retornadas por roteadores intermediários e da mensagem do tipo “Echo Reply” retornada pelo destino. No entanto, alguns roteadores não retornam mensagens do tipo “Time Exceeded” para pacotes com valores TTL expirados e são invisíveis ao comando <b>tracert</b>. Nesse caso, uma linha de asteriscos (*) é exibida para esse salto.
Para rastrear um caminho e fornecer latência de rede e perda de pacote para cada roteador e link no caminho, utilize o comando pathping.
Este comando só estará disponível se o Protocolo de Internet (TCP/IP) estiver instalado como um componente nas propriedades de um adaptador de rede em Conexões de rede.

Uma resposta para Networking Fundamentals: o comando TRACERT

  1. Networking Fundamentals: o comando TRACERT

    “Fundamental para o troubleshooting de ambientes de rede.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: